fbpx

Fachada residencial: Qual estilo combina com o seu perfil?

A fachada residencial é a vista externa de uma casa. Ela é composta pelas fachadas laterais, fachada posterior e, principalmente, pela fachada frontal.

Elementos como revestimentos, janelas e portas, estrutura do telhado e cobertura, vegetação e iluminação fazem parte da composição dos tipos de fachada residencial. Esses devem ser definidos de acordo com o estilo pretendido da construção.

É importante conhecer os tipos de fachadas residenciais e encontrar a que melhor se adeque ao seu estilo. Qual estilo de fachada combina com o seu sonho de moradia?

Sabemos que não é uma tarefa fácil quando se trata de um sonho. Então, vamos apresentar aqui alguns dos tipos de fachadas residenciais mais comuns e suas características, segundo o arquiteto Diego Sbruzzi, da Sbruzzi Arquitetura.

Ao final dessa leitura, ficará mais fácil identificar qual estilo de fachada residencial mais combina com o seu perfil.

Qual a importância da fachada residencial?

Quando fechamos os olhos e imaginamos uma casa, a primeira imagem que possivelmente vem à nossa cabeça é a sua fachada. Ela é considerada o cartão de visitas da residência, e tem, dentre suas funções, o papel de transmitir o perfil de seus proprietários.

Um aspecto importante quando se fala em estilo de fachada residencial tem relação com o conforto e a praticidade da casa. Uma fachada que recebe maior incidência de sol, por exemplo, pode ter elementos que reduzam a transmissão de calor para dentro do imóvel, como os brises, películas etc.

Então, já é possível notar que as diferenças entre os tipos de fachada residencial não são apenas estéticas, mas também podem interferir na funcionalidade e no bem-estar dos moradores.

Quais os tipos de fachadas?

Escolher de forma adequada, dentre os tipos disponíveis, qual estilo será empregado na fachada residencial, não apenas traz mais personalidade ao projeto, mas também pode valorizar o imóvel.

Há diversas opções de estilos de fachada residencial. Alguns deles trazem aspectos de épocas diferentes, nos remetendo ao passado, épocas nas quais foram mais presentes. Outros estilos já são mais atemporais.

Vamos apresentar alguns desses estilos de fachadas para que você possa identificar, com mais facilidade, qual deles combina mais com o seu perfil.

Fachada em Estilo Moderno

O estilo moderno é resultado dos movimentos culturais do final do século XIX e início do século XX, os conhecidos movimentos modernistas.

Muitas vezes confundida com a fachada contemporânea, a fachada moderna remete a uma época histórica e foca na organização e no minimalismo.

Um projeto com fachada residencial moderna retrata através das linhas retas e alongadas o desuso de tudo que não tem um propósito. No estilo moderno as curvas e objetos pequenos são substituídos por um ambiente aberto e de visualização limpa e organizada.

Neste tipo de fachada residencial a escolha do revestimento é feita de forma muito cuidadosa, pois em geral ele será importante para destacar alguma área da estrutura. Assim, é comum o uso de concretos, mármores, e cimento queimado na fachada moderna.

Alguns elementos que podem compor esse estilo são as janelas longilíneas, o uso de pilotis e o contraste de tonalidades, principalmente entre o preto e o branco.

No Brasil, um ótimo exemplo para a definição de fachada moderna é o Museu de Arte de São Paulo (MASP), com sua estrutura longilínea, espaços abertos que integram o ambiente externo e interno e o uso de concreto aparente.

Fachada residencial estilo moderno

Fachada em Estilo Contemporâneo

A fachada residencial contemporânea surgiu nos anos 80 e permanece muito presente até os dias atuais. A fachada residencial contemporânea tem muito em comum com a fachada moderna, porém seu design é focado no proprietário, com uma abordagem mais subjetiva, sem a rigidez do estilo moderno.

Um dos estilos mais procurados atualmente, o contemporâneo apresenta uma atmosfera mais minimalista, valorizando a sustentabilidade e a funcionalidade dos espaços, mas não se prende exclusivamente ao estilo moderno e, por isso, permite uma mistura de estilos em seus detalhes e composições.

Pode-se dizer que o estilo contemporâneo contempla muito o uso de tecnologia integrada à fachada. O avanço tecnológico permitiu o uso de materiais inovadores em fachadas residenciais, possibilitando aparências mais belas e duradouras. Já o aspecto minimalista é valorizado pelo uso de formas e linhas mais simplistas.

Em fachadas contemporâneas são usadas janelas amplas e com um design leve. As cores usadas são, em sua maioria, tonalidades neutras. Como elementos inovadores, são frequentemente usadas as peles de vidro, os jardins verticais e revestimentos texturizados.

fachada residencial estilo contemporâneo

Fachada Minimalista

A fachada minimalista, também conhecida como “fachada clean”, é consequência de um movimento cultural que teve início na década de 1960. Esse estilo de fachada residencial valoriza o equilíbrio, a praticidade e a harmonia entre os elementos.

A expressão “menos é mais” representa a essência do estilo minimalista, no qual se usa apenas o que é essencial, reduzindo todos os excessos.

Além da utilização das linhas retas e cores neutras, na proposta da fachada minimalista há também o uso de matérias simples, porém de alta qualidade.

Também são encontradas nesse tipo de fachada residencial formas geométricas, bem como o uso de portas e janelas amplas. Em relação aos revestimentos, destacam-se o granito e o mármore em seus tons mais neutros.

Fachada residencial estilo minimalista

Estilo Neoclássico

Também chamado de novo classicismo, esse movimento cultural teve início no século XVIII, em reação à estética rococó e barroca.

Na arquitetura, as principais características de uma fachada residencial neoclássica são a simetria e rigidez das formas.

São usados muitos elementos com padrões greco-romanos, como arcos, telhados em platibanda e tonalidades claras. O mármore é um dos materiais que se destaca no uso dessas fachadas.

O tipo de fachada residencial neoclássico tem a tendência de ser acompanhado de belos e simétricos projetos de paisagismo.

Fachada residencial estilo neoclassico

Estilo Brutalista

Com origem na Europa, no período pós-guerra, o termo foi utilizado pela primeira vez pelos arquitetos Peter e Alison Smithson. As construções com fachadas brutalistas utilizam materiais simples, deixando suas formas e texturas evidentes.

O estilo de fachada residencial brutalista busca valorizar a arquitetura e a construção em sua essência, com autenticidade e personalidade.

Nesse tipo de fachada residencial destacam-se o uso de materiais robustos e pesados – como o concreto e o aço – construções com aparência inacabada, valorização da funcionalidade, janelas pequenas e o emprego de estruturas suspensas.

O estilo brutalista também está em alta por sua originalidade e apreço por materiais duráveis, e pode ser uma das suas opções.

Fachada residencial estilo brutalista

Tipos de fachada residencial, qual seu estilo?

Agora que você já sabe diferenciar os mais procurados estilos arquitetônicos para fachadas residenciais, conta para a gente: qual o estilo que mais combina com a sua personalidade, com os seus sonhos e com os seus objetivos?

Assim como a fachada residencial, os móveis planejados e a decoração da casa também seguem um estilo. Para ajudar a identificar o seu estilo, é importante saber quando procurar um arquiteto. Ele será capaz de apresentar detalhes e uma ampla gama de possibilidades para sua casa.

Um profissional qualificado te ajudará a obter maior conforto, praticidade e harmonia estética. Lembre-se também de utilizar elementos que caibam no seu orçamento para construção e manutenção.