fbpx

Marcenaria com serralheria, realmente combina? Por Fernanda Patrão

Há, no senso comum, a ideia de que o uso da serralheria é apenas para fabricar janelas, portas, grades e portões, porém, a aplicação da marcenaria com serralheria vem ganhando muito espaço no mercado moveleiro e no gosto do brasileiro.

Com o passar do tempo, tanto a marcenaria quanto a serralheria se modificaram e se adaptaram, evoluindo e permitindo o uso das duas técnicas em criações inovadoras e harmônicas.

Para esse artigo, conversamos novamente com a Fernanda Patrão – Arquiteta e Designer de Interiores, formada pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo – que nos falou sobre as características e a combinação da marcenaria com serralheria, no intuito de te ajudar a entender o motivo dessa tendência na arquitetura de interiores.

Quais as vantagens em associar marcenaria com serralheria?

Fernanda Patrão: A tendência em usar a serralheria nos móveis planejados e nos detalhes é justamente por dar um ar mais despojado. A serralheria cria um elemento visual a mais, agregando detalhes ao ambiente.

A marcenaria e a serralheria usadas juntas permitem a construção de um projeto de decoração inovador.

Para Fernanda Patrão, hoje encontramos no mercado o serralheiro que faz portão, galpões e o serralheiro artístico. O artístico é aquele que participa dos projetos de interiores. Ele tem um refinamento na hora de executar a solda e no acabamento.

Desta forma, com uma mão de obra especializada é possível associar as características e vantagens desses dois conceitos em uma peça única com qualidade. A MAX MD oferece essa grande vantagem em seus projetos moveleiros. Entrega marcenaria em serralheria em altíssimo padrão.

Quais ambientes podem receber marcenaria com serralheria?

A marcenaria em conjunto com a serralheria promove grande versatilidade e amplia as possibilidades de sua utilização. Assim, é possível aplicar esses materiais em todos os ambientes, sejam eles dos mais variados estilos e funções.

“Eu uso marcenaria com serralheria praticamente em todos os ambientes. Uso como elemento visual no banheiro para criar uma moldura com o espelho, já compondo com o porta toalha. Uso serralheria junto à marcenaria na cozinha, na sala, nos quartos etc.”, comenta Fernanda Patrão.

Marcenaria com Serralheria - Fernanda Patrão

Exemplos de móveis em marcenaria com serralheria

Um bom exemplo para aplicação desses materiais pode ser conseguido nas divisórias de ambiente.

Estantes em marcenaria com serralheria podem ser utilizadas para separar ambientes, como salas de estar e home office.

Nesse sentido, a movelaria com esses elementos proporcionará, ao mesmo tempo, uma integração dos espaços, mantendo, contudo, certa privacidade aos ambientes.

Na cozinha o uso de prateleiras suspensas no teto, acima das bancadas, pode criar um estilo singular ao projeto. Além de ser um elemento com valor estético, esse modelo de móvel planejado amplia as possibilidades de utilização do espaço.

Também podem ser criadas mesas suspensas em marcenaria, presas por estruturas metálicas ao teto. Elementos suspensos proporcionam sensação de leveza, sendo charmosas peças que se destacam em um ambiente, ressalta Fernanda Patrão.

Marcenaria com Serralheria - Fernanda Patrão

Tipos de pintura para serralheria

Fernanda Patrão: Dois tipos de pintura são indicados para a serralheria: a pintura automotiva e a pintura eletrostática. Cada uma com suas peculiaridades.

A pintura automotiva na serralheria tem todo um leque de cores, como em um catálogo de tintas. Já na pintura eletroestática há uma limitação de cores, sendo as mais comuns: o dourado, o preto, o cinza e o branco.

De acordo com o projeto de movelaria que está sendo desenvolvido, pode ser utilizada a pintura automotiva ou a eletrostática. Sendo o fator mais importante o aproveitamento das vantagens que cada uma apresenta.

Qual estilo arquitetônico combina com uso de marcenaria com serralheria?

Fernanda Patrão: A serralheria não cria um estilo, mas ela pode formatar um.

É possível empregar marcenaria com serralheria em móveis planejados que integram os diversos estilos arquitetônicos: estilo clássico, contemporâneo, rústico, industrial, minimalista, dentre outros.

Nesse sentido, Fernanda Patrão destaca a importância das cores, que acabam gerando um estilo dentro do ambiente.

Fernanda explica que, se em um local com tons escuros e linhas mais sóbrias de cor, for inserida uma serralheria preta, ela tende a ser voltada para um estilo industrial. Mas, se utilizar cores como o branco ou o dourado, o estilo será mais clássico.

Ou seja, uma simples variação na paleta de cores na marcenaria e/ou na serralheria pode modificar o estilo do ambiente.

O tipo de material usado na confecção do móvel também pode modificar as características do espaço. Utilizando, por exemplo, o aço como matéria prima é possível criar projetos sofisticados.

Fernanda Patrão Arquitetura

As fotos utilizadas nessa matéria são de ambientes criados pela Fernanda Patrão e produzidos aqui na MAX.

O trabalho da Arquiteta e Designer de Interiores pode ser acompanhado no site http://fernandapatrao.com.br e também no Instagram @fernandapatraointeriores.

Acesse e fique por dentro!