fbpx

Por que buscar um arquiteto para projetar móveis?

A busca por um arquiteto para projetar móveis tem aumentado a cada dia. Isso se deve, em parte, ao desejo de personalização e de melhor aproveitamento dos espaços, mas também não podemos deixar de citar a crescente busca por novas moradias.

Seja para sair do aluguel ou para mudança para uma residência maior, a grande disponibilidade de crédito imobiliário tem contribuído para o crescimento do setor e como consequência dos novos hábitos de consumo, a procura por móveis planejados.

Planejar um ambiente às vezes pode parecer simples, mas através de algumas perguntas, podemos entender o grau de dificuldade da tarefa e ainda definir se estamos aptos a isso.

Vamos refletir sobre essas perguntas fundamentais para entender quais são as vantagens em buscar um arquiteto para projetar móveis.

Continue lendo e se surpreenda com as respostas.

1. Eu teria condições de elaborar o projeto sozinho, de forma eficiente?

Você já imaginou ter que furar uma parede e ter a surpresa desagradável de danificar saídas hidráulicas e elétricas na sua residência? E se os móveis não couberem nos espaços? Será que as cores e o estilo dos móveis atenderão às expectativas?

Pois é… Estes podem ser alguns dos problemas encontrados quando uma pessoa não qualificada resolve projetar. A escolha dos locais ideais, o estudo do espaço como um todo e a adequação à realidade do ambiente exigem dedicação e conhecimentos técnicos.

E por mais que você leia e pesquise sobre como projetar móveis para sua casa, a grande verdade é que sem ajuda de um profissional, dificilmente você terá condições de elaborar um projeto bem sucedido, com o alcance das expectativas.

Vale destacar que o arquiteto é a pessoa responsável por orientar, planejar e projetar os ambientes internos, de acordo com a situação do imóvel e com o estilo do cliente e isso também inclui os móveis planejados.

Um ponto importante a ser lembrado é que contratar um arquiteto para projetar móveis pode sair mais barato do que ter que refazer algo que deu errado. Os gastos extras com materiais e mão-de-obra podem onerar muito seu orçamento, gerando atrasos e prejuízos desnecessários.

Assim, já podemos dizer que criar seu próprio projeto pode não ser a melhor ideia.

2 – Para o meu caso, o aproveitamento de espaços é importante?

Boa parte das pessoas sonham com uma casa ou apartamento de ambientes funcionais, práticos, bonitos e com espaços bem aproveitados. E dificilmente uma pessoa que não tenha conhecimentos técnicos específicos saberá planejar móveis otimizando os espaços e utilizando os materiais corretos.

Uma das grandes virtudes de um bom arquiteto é saber aproveitar o tamanho de cada ambiente da melhor forma. Ele sabe otimizar os espaços disponíveis para a rotina dos moradores da casa. Ele irá propor ideias que se ajustam ao modo de viver naquela residência.

No caso de reformas, por exemplo, o formato do cômodo pode ser de difícil adaptação, mas com o conhecimento técnico do arquiteto, essa dificuldade pode ser facilmente contornada e um espaço pode se tornar muito útil através de soluções que podem incluir também o uso de móveis planejados.

3 – Eu me importo com as tendências de decoração?

Cada pessoa tem um estilo e colocar essa identidade na decoração da casa é fundamental para que o ambiente se torne acolhedor, confortável e agradável.

Será que é tão fácil fazer uma análise sobre tendências de cores, móveis e decoração?

Tentar copiar ambientes de uma revista ou da internet pode parecer uma boa alternativa, mas cada ambiente tem um tamanho e as proporções únicas, que devem ser levadas em conta no momento da decoração. Além disso, devem-se avaliar as entradas de luz dos ambientes, quantidades de janelas, integração de ambientes, entre outros.

Um bom arquiteto está sempre em busca das novidades que o mercado internacional oferece e essas preocupações podem ser tiradas de letra por ele. Soluções inteligentes, elegantes e com a personalidade dos moradores podem ser mais facilmente identificadas por quem lida com o tema todos os dias.

E quando o cliente não tem ideia de por onde começar, o arquiteto pode mostrar algumas opções que combinam com a sua personalidade e estilo de vida ou que são interessantes para o estilo escolhido. O arquiteto é capaz de definir prioridades e mostrar para onde o projeto deve seguir, baseado na sua experiência em lidar com diferentes referências.

Todo investimento feito em um imóvel envolve um orçamento. O arquiteto é uma forma de garantir que o seu investimento está sendo direcionado para os itens corretos.

4 – Escolher as melhores opções de materiais disponíveis para móveis é tarefa fácil?

Vale destacar que utilizar materiais de alta qualidade e durabilidade faz toda a diferença no uso diário dos móveis. Um arquiteto possui a experiência necessária para indicar os melhores fornecedores e adequar cada material e acabamento ao tipo de uso.

Agora, que respondemos às perguntas já é possível concluir que contratar um arquiteto para projetar móveis planejados são inúmeras. A segurança proporcionada não tem preço!

Os bons arquitetos trabalham com empresas sérias, que executam os móveis planejados na íntegra, respeitam os prazos de entrega, utilizam materiais de alta qualidade e oferecem soluções inteligentes para que cada cantinho da residência seja funcional, bonito e organizado. Um projeto de móveis planejados, feitos por um arquiteto, oferece a melhor utilização do seu espaço e garante a adequação dos materiais e cores ao seu estilo de vida. Trabalhamos em parceria com grandes arquitetos sempre buscando a excelência na execução dos projetos, visando à satisfação dos nossos clientes.